Fábrica de moldes

O convencional
Convence
O convencional
Seleciona
O convencional
Emociona
O convencional
Imposiciona
O convencional
Repete

A foto e a borda
A borda prende a foto
A foto preenche a borda

A roupa entende o corpo
Um corpo tenta entender a roupa

2 comentários:

John Rômulo 23 de setembro de 2009 16:28  

Adorei a poesia ! tem um ritimo muito bom! nãp da vomtade de prar de ler!


www.johnrmulo.blogspot.com

Guilherme Augusto 29 de setembro de 2009 17:48  

Que dilema heim??? hehehehehe
esse jogo de palavras me fez lembrar a nova música do Fagner com o Gabriel... Martelo!!! muito boa :)