Egos e ecos

Numa montanha de enganos me soterraram
Quando saí de lá não tinha mais voz
Pois só eu ouço minha voz
Será que até invisível também?
Rondo, gesticulo, e só falam
Nunca se calam

Nunca ouvem
Se olham
Se concordam
Nunca erram

0 comentários: